Desafio das universidades para acompanhar a rápida evolução tecnológica em cursos orientados em T.I. (Demo)

Uma das áreas que as universidades tem investido são em cursos ou disciplinas orientadas para tecnologia, devido à alta demanda que o mercado possui por profissionais da Tecnologia da Informação.

Em geral, os cursos de graduação e especializações são Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Sistema da Informação, Business Intelligence, Banco de Dados, Big Data, Estatística, entre outros. O curso de graduação ou especialização de Estatística não é uma graduação de tecnologia, contudo exige softwares para aplicação dos conceitos, assim, decidi incluir na relação dos outros cursos.

Um dos temas que nesses últimos 5 anos tem criado uma importância é o Big Data & Analytics e o que todos os alunos e professores nos perguntam em eventos e palestras é:

– Como fazemos para aprender e implantar esse tema nas disciplinas ?

– Vale a pena criar uma graduação/especialização somente de Big Data & Analytics ?

Bem, é uma decisão difícil, principalmente por que exige planejamento de grade, profissionais capacitados, ferramentas de software, ou seja, passa por uma série de mudanças, inovações e investimentos, porém a universidade que não incluir o tema Big Data & Analytics em seu currículo ficará desatualizada, pois é um dos temas que o mercado vem demandando, pois o mundo é dos dados e precisamos armazenar, integrar e analisar para a tomada de decisões.

Essas 3 etapas – armazenar, integrar e analisar passa por conhecimento em diferentes disciplinas, desde o conhecimento de banco de dados estruturados e não-estruturados, o conhecimento de ferramentas de integração de dados (fase de extrema importância que é a preparação dos dados) e por fim, a aplicação de técnicas analíticas, que passa por conhecimento de ferramentas de Business Intelligence Self Service e conhecimento de técnicas de estatística. Essa última etapa pode ser dividida em outras etapas – Provisionamento dos dados e Exploração, Desenvolvimento de Modelos e Implantação e Monitoramento.

Uma das etapas mais complexas e que exige uma maior concentração é a última etapa, aplicação de técnicas de estatística. Esse é um desafio que as universidades possuem na implantação de um projeto de Big Data & Analytics, e agora de IoT (Internet of Things).

Um caminho para minimizar é implantar o projeto com softwares que permitem os professores e os alunos aprenderem de forma dinâmica e simples de trabalhar, além de permitir a publicação de teses com softwares profissionais e reconhecidos por institutos de pesquisa internacional.

Um dos softwares que possui essa característica é o DELL STATISTICA 13.1 que disponibiliza, além das estatísticas básicas (Estatística Descritiva – Média, Mediana, Moda, Desvio Padrão etc, Test-T, Tabela de Frequência etc), disponibiliza também algoritmos de Data Mining, por exemplo, Machine Learning aplicado em projetos de Big Data.

Visitando diversas universidades no Brasil e na América Latina, identificamos essa necessidade e desenvolvemos um PROGRAMA ACADÊMICO, chamado de BIG DATA ANALYTICS ACADEMIC PROGRAM com objetivo de promover conhecimento em uma das áreas mais importantes do mundo digital.

Nesse programa a universidade terá acesso a principal plataforma de software completa – DELL STATISTICA 13.1 DATA MINER, material didático e treinamento para aplicação de técnicas de analíticas avançadas, além de incluir, o MICROSOFT POWER BI, plataforma de software de Visual Analytics da Microsoft que permite os professores e alunos, desenvolverem e aplicarem o conhecimento na área de Business Intelligence Self Service.

Na formatação do programa BIG DATA ANALYTICS ACADEMIC PROGRAM nos preocupamos em levar para as universidades, as plataformas de softwares líderes em suas áreas, segundo o Gartner 2016.

Para conhecer o programa, entre em contato com os nossos consultores.

Fonte: Marketing BDA Solutions

Related Posts