Skip to content

Categoria: Power BI

Conheça os benefícios, justificativa, processo e modelo de implantação do Power BI

Já estamos bem cientes da importância do BI, mas às vezes é normal olhar o seu conceito e esquecer de como na prática ele vai te apoiar.

Pois bem, nesse sentido, é fundamental conhecer os benefícios do BI que te levarão ao máximo poder que ele oferece:

  • Oferece uma visão sistêmica dos rumos da organização;
  • Transforma os dados em informações, ou seja, em elementos mensuráveis;
  • Compara os indicadores de desempenho com as metas propostas pela empresa (Previsto x Realizado);
  • Permite detectar erros nos processos;
  • Oferece maior agilidade na tomada de decisões;
  • Permite que as informações sejam compartilhadas, eliminando os silos dentro da empresa;
  • Elimina o retrabalho mensal para atualização de gráficos em Excel para análise dos resultados;
  • Automatiza as métricas e indicadores numa plataforma de BI Self Service;
  • Cria padrões de análise pelos diferentes gestores;
  • Permite que quaisquer informações originadas dos sistemas de BI sejam acessadas de qualquer dispositivo móvel.

Mas a pergunta é: “Como conseguir viabilizar um projeto de BI na plataforma Power BI para o meu departamento e qual modelo de contratação seguir frente aos desafios e etapas do desenvolvimento?”

Descrevemos 3 etapas extremamente importantes, tanto para o processo de convencimento interno dos decisores da empresa, quanto as etapas do processo de desenvolvimento – funcional e técnico.

Qualquer projeto para ser aprovado numa empresa, exige um esforço e motivação para a justificativa, além do cálculo de ROI (Retorno sobre o Investimento), ou seja, vou gastar X e esse valor vai me retornar e/ou economizar Y.

Quando pensamos no BI, eu particularmente já escutei diversas vezes que a justificativa do ROI não é possível calcular, porém na justificativa, o profissional que está descrevendo o projeto não coloca os principais itens na defesa do projeto, Se pensarmos em itens para justificar o projeto, posso listar diversos, mas separei apenas 3:

 

 

Justificativa

 

A – O tempo gasto do profissional para a atualização das métricas da área de negócio

Numa área de inteligência de mercado de uma empresa de médio porte, por exemplo, que possui um analista com um salário de R$ 5.000,00 (CLT), ou seja, o custo desse profissional para a empresa é no mínimo de R$ 9.000,00.

Caso ele gaste 30% do tempo, atualizando planilhas mensalmente, no final do ano, a empresa gastou mais de R$ 60.000,00.

Caso tenham 2 profissionais no processo, o valor de gasto anual é mais de R$ 120.000,00, e assim, sucessivamente. Esse exemplo não é hipotético, mas é o que nos deparamos no mercado.

 

B – A falta de consistência das informações

Essa questão de inconsistência é muito grave. Vou contar rapidamente um caso real que já vimos em nossos projetos, durante 7 anos, um profissional da área de Supply Chain reportou para a matriz da empresa valores inconsistentes.

Provavelmente, num determinado momento, ele alterou o cálculo na planilha de Excel e a partir daí passou a reportar errado, ou seja, nem ele percebeu e nem a gerência.

Bem, quando o processo de report está numa planilha de Excel, os dados podem ser manipulados e alterados por todos, perdendo a governança do processo.

 

C – Gestão através de métricas integradas

Numa área de vendas de um processo B2B, por exemplo, é normal os gestores avaliarem apenas as métricas do Forecast (previsão do mês) ou o que está sendo faturado naquele mês, porém quando analisamos o funil de vendas em todas as etapas, tanto do Oubound quanto do Inbound, cada uma dessas etapas, exige diferentes ações com diferentes métricas, ou seja, um painel integrado do processo de vendas irá acelerar a tomada de decisão.

 

Agora, que você já tem uma ideia de como justificar o projeto, o desafio é entender como desenvolver e definir o melhor processo de contratação.

 

 

Processo e Modelo de Implantação

 

1 – Aplicação de negócio

A primeira etapa para conseguir viabilizar o projeto de BI é definir a aplicação de negócio que será automatizada, ou seja, definir as métricas e indicadores que farão parte do projeto.

Vamos imaginar que a sua área de negócio seja a área de pré-vendas, vendas e marketing digital da empresa, assim, as análises que farão parte serão:

  • Análise de volume de ligações: por período e por inside sales
  • Análise de volume de reuniões agendadas: por período e por inside sales
  • Análise de origem de leads
  • Análise de quantidade de leads gerados: por período, por inside sales, por canal e por campanha
  • Análise de conversão por canal
  • Análise de volume de vendas: por período, por região, por gerência, por vendedor, por produto, por serviço etc
  • Análise de comparação (Planejado x Realizado)
  • Análise de evolução de vendas por período
  • Análise de margem
  • Análise de ticket médio
  • Análise de vendas por cliente
  • Análise de vendas por segmento

 

Uma vez definido quais são as métricas e análises que farão parte da aplicação de negócio, o próximo passo é realizar o mapeamento dos sistemas e das fontes de dados.

Os sistemas transacionais da empresa são responsáveis pelos processos da empresa, por exemplo, em pré-vendas, vendas e marketing digital, podemos dividir em 3 sistemas – Engajamento de Vendas (sistemas de pré-vendas – Exact Sales e Meetime), Processo de Vendas (sistemas de CRM – Pipedrive, SalesForce, Dynamics etc) e Marketing Digital (sistemas de marketing digital – RDStation Marketing, Google Analytics etc).

Quando entendemos as análises que farão parte do projeto, os sistemas transacionais e as suas respectivas bases de dados o escopo do projeto está definido.

Dessa forma, o gestor terá muito mais argumento para buscar aprovação frente a importância de ter um processo de decisão automatizado e integrado numa única plataforma.

 

 2 – Metodologia e processo

 

  • Planejamento 

Nessa fase, será definido a aplicação de negócio que será desenvolvido o projeto de BI (Business Intelligence), além de definir os stakeholders do projeto e por fim, um cronograma macro das etapas de desenvolvimento.

 

  • Entendimento do negócio e das bases de dados 

Na fase de entendimento do negócio, realizamos o mapeamento do fluxo de informações, a análise do processo atual, o levantamento dos sistemas transacionais (ERP, CRM, entre outros), a definição dos indicadores chave de performance (KPIs), hierarquia de acesso e a estrutura tecnológica.

Nessa mesma etapa, mapeamos os tipos de fonte de dados estruturadas e não-estruturadas (SQL Server, Oracle, MySQL, PostgreSQL, NoSQL, Excel etc) e o conteúdo e a estrutura dessas bases (tipos de variáveis).

 

  • Arquitetura de Dados 

Antes de iniciar o desenvolvimento do projeto, é necessário definir a arquitetura de dados que será utilizada no projeto. Essa fase é extremamente técnica e apoiada pelo time de TI do cliente.

 

  • Preparação de dados 

Essa etapa é a etapa que chamamos de extração, transformação e carga dos dados (ETL) ou dependendo da ferramenta, podemos chamar de extração, carga e transformação dos dados (ELT).

Essa fase do projeto é a etapa de modelagem dos dados, ou seja, e a fase que demonstramos como serão construídas as estruturas de dados que darão suporte aos processos de negócio, além da organização dos dados e os seus relacionamentos.

Você pode entender um pouco mais sobre modelagem de dados aqui.

 

  • Visualização dos dados 

Uma vez que os dados estão modelados, os dashboards serão desenvolvidos para a apresentação dos indicadores-chave de performance (KPIs) definidos no mapeamento. Nessa fase, será criado o layout padrão de cores, tipos de gráficos e disposição das informações e análises de acordo com o perfil do usuário.

 

 

3 – Modelo de implantação

Após, definir a aplicação de negócio e as suas respectivas análises, garantir o desenvolvimento com metodologia e processo, o ponto agora, é definir como a empresa irá desenvolver o projeto:

  • Utilizar recursos internos
  • Contratar um ou mais recursos somente para o desenvolvimento
  • Contratar uma empresa especializada no desenvolvimento do projeto

Cada caminho tem os seus prós e contras, porém é importante avaliar:

  • Eu consigo escalar a implantação do BI na minha área?
  • Eu tenho disponibilidade de um ou mais recursos 100% do tempo para o projeto?
  • Eu tenho tempo de capacitar um ou mais profissionais num curto espaço de tempo?
  • Caso eu opte por desenvolver internamente, quais são os skills necessários para a implantação em cada etapa?
  • A empresa está disposta em esperar o profissional se capacitar para concluir o projeto?

Agora que você já sabe o porque do Power BI ser tão indicado, é a hora de entrar em contato com um de nossos especialistas, basta clicar aqui.

O que é Power BI? Como usar em seu projeto?

Power BI: O que é e como usar para analisar os dados da sua empresa.

Com tantos dados gerados por diferentes sistemas e fontes de dados, é essencial conseguir analisar essas informações e transformá-las em insights. Segundo o Gartner:

  • até 2021, 75% dos relatórios pré-definidos serão substituídos ou ampliados ao incorporar insights automatizados gerados com base naquilo que é “mais necessário”.
  • até 2022, toda interação personalizada entre usuários e aplicativos ou dispositivos será adaptativa.
  • até 2022, 30% das interações com clientes serão influenciadas pela análise de localização em tempo real, acima dos 4% em 2017.

 

No momento da definição dos recursos tecnológicos para a implantação do BI (Business Intelligence), a plataforma deve ter disponível:

  • Inteligência artificial para a geração de insights;
  • Facilidade de uso, ou seja, self-service;
  • Baixo nível de aprendizagem pelo usuário de negócio;
  • Recursos que permitem extrair, transformar e carga as bases de dados;
  • Plataforma em nuvem que não necessita investimento em infraestrutura interna de T.I;
  • Disponibilidade de configurações para segurança de dados;
  • Baixo investimento de licenciamento.

 

Analisando, as tendências descritas pelo Gartner e recursos necessários das plataformas, o Power BI tornou-se a ferramenta ideal, presente inclusive, como líder no Quadrante Mágico do Gartner.

Neste post, descubra o Power BI e veja a aplicabilidade dessa solução.

 

Afinal, o que é Microsoft Power BI?

Desenvolvido pela Microsoft, o Power BI é uma ferramenta de Business Intelligence. Como é integrado ao Office 365, favorece a análise de dados que vêm do Excel ou de outras fontes.

O Power BI fornece, a usuários que não possuem conhecimentos técnicos, formas de agregar, analisar, visualizar e compartilhar dados de uma forma bem parecida ao, já conhecido, Excel.

Por ser desenvolvido pela Microsoft, sua interface é bastante intuitiva para quem já usa o Excel. A plataforma é integrada a outros produtos da Microsoft se tornando uma solução self-service e que pode se adaptar às necessidades de cada empreendimento. Além de permitir descobrir e analisar informações e, também, mudar a forma de visualização, pois garante um entendimento completo da situação.

Em sua versão gratuita, o serviço é destinado a proprietários de empresas de pequeno a médio porte. Já a versão PRO, conhecida por Power BI PRO, está disponível por uma taxa de assinatura mensal.

Outros aplicativos: os usuários da plataforma têm direito ao Power BI Desktop, onde o acesso fica disponível em aparelhos com Windows 10. E também ao Power BI Report Server, que auxilia aquelas empresas que necessitam ter seus dados e relatórios em servidores locais.

 

Quais são os recursos e vantagens?

Incluir essa ferramenta na sua estrutura organizacional é muito bem-vindo por causa de todo o potencial. Um dos benefícios de recorrer a ele é a capacidade de usar elementos já conhecidos, como os softwares do programa Office 365. 

Isso diminui a necessidade de treinamento, adaptação ou mudanças. Também apresenta um modelo que une local e nuvem, o que garante segurança e disponibilidade.

Outro ponto positivo do Power BI é que ele permite tratar dados internos ou externos, de fontes públicas ou corporativas. Eles podem ser associados a elementos não-estruturados e, com a mistura, é possível chegar a conclusões específicas.

O Power BI é um serviço de Business Analytics baseado em cloud que oferece:

  • acesso rápido e fácil para seus dados
  • uma visualização de trezentos e sessenta graus em tempo real do seu negócio
  • exploração e descoberta de dados
  • insights de qualquer dispositivo
  • colaboração cruzada de sua organização
  • qualquer profissional que tem acesso pode visualizar e analisar os seus dados.

 

O Power BI prepara, explora, apresenta e colabora com Power BI Desktop gerando diversos benefícios na implantação do projeto de BI, como:

  • adquirir e preparar dados com extensas capacidades de consulta;
  • estabelecer uma estrutura de dados para transformar e analisar;
  • explorar dados em novas formas através de uma tela livre — arrastar e soltar;
  • relatórios de autores com uma ampla gama de visualizações de dados modernos;
  • publicar relatórios interativos para o Power BI.

 

Com os recursos de consolidação de fontes de dados, o usuário de negócio pode:

  • usar as funcionalidades Query para se conectar a dados de uma variedade de fontes;
  • navegar rapidamente pelos dados com processamento em memória que otimiza o desempenho;
  • editar consultas antes do carregamento de dados;
  • encontrar automaticamente tabelas relacionadas ao conectar-se a fontes de banco de dados.

 

Com recursos de explorar seus dados de forma livre — arraste e solte, os usuários podem:

  • explorar dados em uma variedade de formas e em várias visualizações;
  • selecionar elementos de dados e classificar dados;
  • filtrar dados e usar recursos de filtro cruzado;
  • perfurar em e entre conjuntos de dados;
  • dados do pivô e da fatia;
  • alterar os tipos de visualização;
  • classificação de datas e filtros, incluindo funções Min e Max;
  • capacidade de atualizar todas as visualizações com um único clique;
  • copiar/colar consultas para/do Excel;
  • classificação por defeito melhorada;
  • capacidade de ordenar os cortadores;
  • consumo de KPI ao conectar-se ao Analysis Services ou importar pastas de trabalho do Excel com KPI de modelo de dados (recurso de visualização);
  • selecionar, transformar e integrar dados através de uma forma livre, drag-and-drop lona.

 

O Power BI entregará Insights com relatórios visuais personalizados:

  • Visualização de Dados:
  • descreva dados em relatórios convincentes que contam histórias usando uma variedade de visualizações interativas;
  • usar dados de várias fontes em um único relatório consolidado;
  • criar relacionamentos por meio de arrastar e soltar entre 2 tabelas;
  • aplicar filtros na visualização, página e relatórios;
  • capacidade de perfurar para baixo / para cima em gráficos de coluna e dispersão;
  • suporte para inserir formas na tela de relatório;
  • expandir tudo para múltiplas tabelas no painel Campos;
  • ajustar relatórios para caber vários tamanhos de tela;
  • renomear e excluir tabelas e colunas;
  • apoio à mediana, desvio padrão e variação;
  • capacidade de incorporar visualizações personalizadas.
  • Altera cor e formato
  • ajustar Título, Cor de Fundo, Legenda, Etiquetas de Dados incluindo valores de saturação de cor;
  • alterar a direção do rótulo do eixo X;
  • nova formatação de cores visuais com configurações fixas e orientadas por dados;
  • escalas Lineares ou Logarítmicas para valores no eixo Y.

 

Para completar, a rapidez é mais um diferencial. Em pouco tempo, dá para analisar milhões de unidades. No final, a visualização aparece na forma de dashboards, gráficos ou outras categorizações.

É principalmente um meio de aumentar a governança corporativa e até de realizar auditorias. Com mais conhecimento, o negócio tem a chance de atingir novos patamares.

 

Power BI: O que é e como usar para analisar os dados da sua empresa.

 

Principais recursos de análise de dados

A Microsoft integrou diversos recursos de análise de dados ao Power BI. Esses recursos foram integrados no programa original e é atualizado constantemente, fazendo com que a ferramenta esteja sempre atualizada. 

 

Uma de suas características mais importantes, são:

Suporte à implantação híbrida – permite que as ferramentas do Power BI se conectem a diversas fontes de dados da Microsoft, Salesforce e muitos outros fornecedores.

Suporte ao Common Data Model (CDM) – O suporte do Power BI ao CDM permite o uso de uma coleção padronizada e extensível de esquemas de dados (entidades, atributos e relacionamentos).

Integração com a Cortana – Esse recurso, que é especialmente popular em dispositivos móveis, permite que os usuários consultem dados verbalmente e acessem resultados usando a Cortana, assistente digital da Microsoft.

APIs para integração – Esse recurso fornece aos desenvolvedores códigos de amostra e Interfaces de Programação de Aplicações (APIs) para incorporar o painel do Power BI em outros softwares.

Preparação de dados self-service – Usando o Power Query, os analistas de negócios podem consumir, transformar, integrar e enriquecer grandes volumes de dados no serviço web do Power BI. Os dados consumidos podem ser compartilhados entre vários modelos, relatórios e painéis do Power BI.

Visualização de modelagem – Permite que os usuários dividam modelos de dados complexos por área de assunto em diagramas separados, selecione múltiplos objetos e defina propriedades em comum, exibam e modifiquem propriedades no painel de propriedades e definam pastas de exibição para um consumo simplificado de modelos de dados complexos.

 

Para quem é indicado?

Como dito anteriormente, o Power BI é uma plataforma self service que disponibiliza uma análise dos dados aos funcionários mas, apesar disso, ele é muito usado por analistas de dados e profissionais de BI (Business Intelligence) que irão criar os modelos de dados antes de enviar os relatórios para toda a empresa.

Os departamentos de vendas e marketing, por exemplo, usam esses relatórios e previsões para saber o que é preciso modificar em seus processos para obter os melhores resultados.

 

Power BI: O que é e como usar para analisar os dados da sua empresa.

 

Componentes disponíveis no Power BI

O Microsoft Power BI possui diversos aplicativos, além de, como já foi dito, pode ser usado no desktop e dispositivos móveis. O Power BI Desktop é a versão local, já o Power BI Service é a oferta em nuvem e o Mobile Power BI é usado nos dispositivos móveis.

 

A plataforma têm diversos componentes que irão ajudar a criar e compartilhar seus relatórios de dados, sendo eles:

  • Power Query: ferramenta de transformação e mashup de dados.
  • Power Pivot:  ferramenta de modelagem de dados tabulares de memória.
  • Power View: ferramenta de visualização de dados.
  • Mapa de Potência: ferramenta de visualização de dados geoespaciais em 3D.
  • Power Q & A: mecanismo de perguntas e respostas em linguagem natural.

 

Além desses componentes, o Power BI também se conecta a diversas fontes de dados, como arquivos (Excel, PDF, SharePoint Folder, XML), bancos de dados (SQL Server, Oracle, IBM, Amazon Redshift, Google BigQuery) e diversos serviços online (Salesforce Reports, Google Analytics, Adobe Analytics e outros).

 

Power BI: O que é e como usar para analisar os dados da sua empresa.

 

Como usar o Microsoft Power BI em seu projeto?

Para adotar o Power BI em seu empreendimento, é essencial elaborar um bom planejamento. Não será preciso, necessariamente, adquirir outros recursos, já que ele se integra a elementos conhecidos. Mesmo assim, vale considerar a necessidade de buscar ferramentas de apoio.

Também é recomendado planejar a implementação e definir qual será a aplicação dada. Ter em mente quais dados serão tratados e quais análises devem ser feitas ajuda a extrair o melhor da solução.

Com a implementação da ferramenta, acompanhe os resultados e verifique se os objetivos têm sido atingidos. E no Power BI que os relatórios poderão ser compartilhados para que outros usuários visualizem e interajam com os seus relatórios.

A criação deste relatório se inicia a partir do momento que se conectam as fontes de dados e os usuários consultam esses dados, criam os relatórios de acordo com suas necessidades e disponibilizam-os no Power BI Service. É possível, inclusive, criar permissões que serão dadas aos membros da organização, onde irá restringir se eles podem editar os relatórios, criar dashboards ou apenas visualizá-los.

 

O passo seguinte consiste em utilizar os recursos, propriamente falando. Isso exige um contrato, então é essencial entrar em contato com uma empresa de tecnologia como a BDA Solutions que irá te ajudar em toda a integração. Ao escolher o empreendimento certo, há como contratar com segurança e total disponibilidade.

Conte com a BDA Solutions, uma empresa de tecnologia totalmente segura e especializada em Big Data e análise de dados.

Aprenda como usar o BI para tomadas de decisões

Gerenciar qualquer setor ou assumir a liderança de um projeto é uma tarefa que, invariavelmente, envolve a tomada de decisões. Na verdade, decidir torna-se parte da rotina de trabalho. Mas as decisões precisam ser tomadas de forma rápida e, ao mesmo tempo, devem ser eficientes.

Esse cenário implica que o gestor deve saber tomar decisões rápidas, sem comprometer os resultados. As consequências de uma decisão errada podem ser altamente prejudiciais.

Para auxiliar o gestor, existem ferramentas digitais que podem ajudar a não errar em horas críticas, ou seja, o processo de tomada de decisões se torna menos complexo e a pressão sobre o líder suaviza. Veja como usar o BI nesse importante processo!

Implemente o BI contando com a participação de todos

Para funcionar, é fundamental que todos os envolvidos (stakeholders) se mobilizem, pois não existem soluções mágicas. Por melhor que seja a ferramenta, sozinha, sem o engajamento dos líderes, parceiros, colaboradores, ela não serve de muita coisa.

É preciso que os interessados atuem integrados entre si e, principalmente, a equipe de gestão controle o processo para que Business Intelligence funcione.

Levante as demandas e as fontes de dados

Outra ação a tomar é o levantamento das demandas existentes por informações e compreender quais são os dados que os gestores precisam.

Depois, promova o mapeamento adequado das fontes de dados, ou seja, estruture de onde as informações serão coletadas após o levantamento das demandas de informação.

Defina as ferramentas que serão usadas

Para definir quais as ferramentas que serão aplicadas, é preciso analisar quais são as soluções disponibilizadas no mercado. Claro que também é possível desenvolver uma ferramenta mais específica para o negócio, ajustada às suas necessidades.

Seja uma solução do mercado, seja uma solução desenvolvida especificamente para a empresa, certamente serão dispendidos tempo para implementar a solução. isso significa que o BI é uma ferramenta dinâmica, versátil. Na verdade, é um conjunto de ferramentas que visam tornar mais fácil a gestão corporativa ou setorizada e tomar decisões fundamentadas em dados e não apenas na intuição do gestor, no que ele acha ou pensa.

Conheça algumas aplicações do BI (Business Intelligence)

Vale a pena conhecer as diferentes aplicações do BI para ter uma noção de como ele pode ajudar na tomada de decisões:

  • Oferece uma visão sistêmica dos rumos da organização;
  • Transforma as tendências em dados, ou seja, em elementos mensuráveis;
  • Compara os indicadores de desempenho com as metas propostas pela empresa;
  • Permite detectar erros nos processos;
  • Oferece maior agilidade na tomada de decisões;
  • Permite que quaisquer informações originadas dos sistemas de BI sejam acessadas de qualquer dispositivo móvel.

Veja como o BI pode ajudar na tomada decisão

O Business Intelligence tem a capacidade de coletar dados relacionados ao ciclo de produção, métodos de trabalho, indicativos associados ao planejamento estratégico, análise das perdas, gastos marginais no desenvolvimento produtivo e assim por diante.

O sistema opera com as variáveis externas, considerando critérios macroeconômicos, o nível de competitividade, as expectativas do púbico consumidor e outras coisas. Nesse detalhado trabalho é que compreendemos o quanto é importante contar com um sistema de BI para ajudar na tomada de decisões.

O Business Intelligence transforma um volume alto de dados brutos em informações valiosas. A análise de todos esses dados, que antes eram realizadas pelos gestores das organizações, pode ser efetivada atualmente com mais confiabilidade e agilidade por ferramentas digitais de TI.

O BI certamente é um excelente aliado para tomar decisões em tempo hábil sem correr o risco de se precipitar e propor soluções falhas ou incompletas. A precisão dos relatórios do sistema de Business Intelligence oferece uma visão clara e bem compreensível do que está acontecendo e do que deve ser feito.

Com a ajuda do Business Intelligence, você pode realmente fazer muitas coisas. Veja, por exemplo, como transformar a análise de dados em ideias criativas!

Confira tudo sobre a funcionalidade do Power BI

O Power BI é um recurso de Business Intelligence criado pela Microsoft. Atualmente, é uma das ferramentas mais importantes para quem deseja explorar todo o potencial do uso de dados — especialmente, aqueles coletados digitalmente. Com muitas alternativas, também permite chegar a resultados diversos.

Para se convencer sobre a adoção desse programa, vale a pena conhecer quais são suas funções e o que ele pode fazer por seu negócio. Inclusive, é a melhor maneira de identificar todas as vantagens e o potencial de retorno.

A seguir, conheça a funcionalidade completa do Power BI e descubra como fortalecer os seus resultados!

A modelagem (e a análise de dados) é muito diversa

Tão importante quanto coletar e reunir os dados é fazer com que eles se transformem em análises úteis. Para isso, as funcionalidades de modelagem e análise das informações são incontáveis. Há mais de 200 funções disponíveis, com uma biblioteca ampla para atender a todas as necessidades.

Isso permite obter modelos completos e até colaborativos sobre as informações. Dessa maneira, há a chance de encontrar as tendências certas e, com elas, de tomar decisões mais consistentes.

O uso de linguagem natural em busca de dados é uma função especial

Mais que apresentar um compilado de gráficos e análises, o programa permite que o usuário faça perguntas em linguagem natural. Em um e-commerce, por exemplo, é possível questionar quais foram as vendas em determinado período. Para o marketing digital, pode-se solicitar a quantidade de leads obtidos em certa campanha.

O recurso da Microsoft responde com gráficos e dados condizentes com a questão. Especialmente para empresas com um grande volume de informações e diversos setores, esse é uma alternativa indispensável.

A funcionalidade do Power BI é potencializada pelas integrações

Além de tudo, o programa serve para importar dados de maneira automática, o que coloca a produtividade em níveis ainda mais elevados. Tudo isso é possível graças à API disponibilizada, que pode ser integrada a outras soluções, como plataformas e sistemas.

Trata-se de algo indispensável para garantir um bom fluxo de informações e para que os seus dados estejam sempre atualizados. Dessa forma, há como ter visibilidade reforçada sobre a organização e seus resultados.

A visualização personalizada atende às demandas do negócio

Da mesma forma que cada empresa tem análises próprias, é preciso apresentar as informações de maneira única. Por isso, uma das funcionalidades do Power BI tem a ver com a personalização da visualização de dados.

É possível estabelecer como será a exibição de gráficos, dashboards e outros elementos. As customizações facilitam o entendimento e a análise das informações e ajudam a garantir uma tomada de decisão reforçada.

A mobilidade e a centralização favorecem o uso

Além das features do Power BI, ele ainda oferece praticidade em relação ao uso quanto à equipe. Basicamente, é possível acessar os dados via desktop ou dispositivos móveis. Todas as informações ficam sincronizadas e são acessíveis de qualquer lugar.

Para completar, há a centralização das informações. Com um dashboard único, por exemplo, todos podem ter a mesma visão do setor ou negócio. Além de tudo, pode-se apostar na colaboração e na participação.

O Power BI tem uma funcionalidade principal, que é transformar dados em bases para decisões. Para isso, conta com diversas funções que tornam o processo muito mais efetivo e produtivo, então, vale a pena usá-lo.

Se quiser explorar tudo isso, aproveite para conferir as vantagens de contratar especialistas nessa solução!

Descubra como fazer PROCV no Power BI

PROVC

[vc_row][vc_column][vc_column_text]PROVC

O PROCV é, historicamente, uma das funções mais importantes no uso do Microsoft Excel. Ele permite “chamar” informações complementares, presentes em uma planilha e orientadas em tabela. Se você quiser saber as características de um produto cadastrado, por exemplo, pode apenas preencher seu número de identificação para ter os outros dados.

Ao mesmo tempo, o uso de planilhas tem sido substituído por ferramentas poderosas e integradas. No caso da análise de dados em grande escala, o Power BI, também da Microsoft, destaca-se. A boa notícia é que essa função pode ser executada nesse recurso, o que ajuda a tomada de decisão.

Para não ter dúvidas a respeito do assunto, veja como fazer o PROCV no Power BI e aproveite ao máximo suas informações coletadas!

Garanta os dados adequados para a sua análise

O primeiro passo envolve selecionar quais serão as informações “chamadas” e como relacioná-las corretamente. Um dos benefícios do Power BI é, justamente, poder extrair dados de diversas origens — desde seus sistemas internos e integrados, até a web.

Depois de reconhecer quais são as necessidades de elementos e as suas fontes, importe os dados adequadamente para o programa. Normalmente, isso significa criar duas (ou mais) tabelas, de modo que você possa selecionar quais são as colunas adequadas de exibição.

Crie uma relação adequada entre os dados

É preciso associar as informações desejadas em cada tabela, o que faz com que a “chamada” ocorra corretamente por meio dos comandos. Isso é feito na aba de Relacionamentos, em que você estabelece como são trocadas. Se duas colunas são iguais nas tabelas, por exemplo, esse pode ser o ponto de relacionamento entre elas.

É algo essencial para executar o PROCV, já que é preciso saber qual é a associação entre as informações. Tenha cuidado com a definição, pois ela deve corresponder, de fato, ao que você espera obter.

Modele os dados para fazer o PROCV

Com o relacionamento especificado entre as partes, é o momento de utilizar o grande potencial de conexão de dados. O PROCV, no Power BI, é executado pela função conhecida como RELATED. Ela vai usar o relacionamento criado na etapa anterior para classificar as informações solicitadas e apresentá-las corretamente.

Na relação de interesse, você pode estabelecer quais são os elementos relevantes e criar uma ou mais colunas para os dados desejados. Ao chamar a função específica, os dados serão classificados e dispostos conforme o esperado.

Utilize o recurso lookup

Dependendo do caso, você também pode utilizar o famoso recurso PROCV ou lookup, que está presente no Excel. Na coluna criada para obter as informações, basta adicionar o código LOOKUPVALUE(INTERVALO DESEJADO).

Você só precisa ficar de olho para conferir qual é a relação entre os dados e se o código está correto. Com a utilização adequada das colunas de informações, a que foi adicionada por último mostrará tudo de maneira completa.

O PROCV pode ser feito no Power BI de forma ainda mais fácil que no Excel. Com o uso dessa função tão popular, o aproveitamento e a ligação dos dados permitirá que sua empresa faça análises completas.

Para se convencer de vez sobre essa ferramenta, veja quais são as principais vantagens do Power BI![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row equal_height=”yes” content_placement=”middle” css=”.vc_custom_1594232514946{padding-top: 15px !important;padding-bottom: 15px !important;background-color: #2abb9d !important;}”][vc_column width=”4/6″][vc_column_text]

VEJA COMO APLICAR O PROCV NO POWER BI NA PRÁTICA

Assista ao nosso vídeo onde mostramos para você como se aplica o PROCV no Power BI na prática. É rápido e muito simples. Confira!

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”2/6″][gem_button position=”center” style=”outline” size=”medium” corner=”300″ border=”2″ icon_pack=”elegant” text=”ASSISTA AGORA” link=”url:https%3A%2F%2Fanalytics.bdasolutions.com.br%2Faplicar-procv-no-power-bi||target:%20_blank|” text_color=”#ffffff” hover_background_color=”#ffffff” hover_text_color=”#2abb9d” border_color=”#ffffff” hover_border_color=”#2abb9d”][/vc_column][/vc_row]

BDA Solutions: 3 vantagens de contratar especialistas em Power BI

BDA Solutions

O uso de Business Inteligence (BI) no mundo corporativo tem crescido cada vez mais, por isso, as empresas estão buscando as ferramentas necessárias e investindo em conhecimento sobre o assunto para conseguir se adaptar a esse avanço do mercado.

Desenvolver as estratégias em BI de maneira autônoma é algo um tanto desafiador, por isso, existem empresas como a BDA Solutions.

1.    Traga a especialização de BI para o seu negócio

A consultoria em BI pode levar o seu negócio mais adiante, pois com um suporte avançado e profissional sobre o assunto você consegue aplicar as ferramentas de Business Inteligence com uma maior precisão, além de antecipar e garantir os resultados positivos que a empresa deseja alcançar.

O desenvolvimento de BI por conta própria acaba trazendo uma dificuldade em implementar as soluções de forma correta, e não conseguem tirar benefícios reais que o Business Intelligence pode realmente oferecer.

Os conhecimentos necessários para os profissionais da área de análise de dados são extensos, passando desde conhecimentos técnicos – banco de dados (dimensional e NOSQL), preparação de dados ou modelagem de dados (ETL, ELT, DW, Data Lake etc), visualização de dados (UX, Layout etc), estatística e machine learning, além de uma visão de negócios e conhecimentos de gestão de projetos agéis (Kanban, Scrum e Agile), e por fim, habilidades humanas, os chamados “software skills”.

 

Questões para avaliar:

  • Quanto tempo um profissional de análise de dados está pronto para desenvolver ou liderar um projeto na empresa ?
  • Um único profissional consegue absorver todas as áreas de conhecimento para o projeto de análise de dados ?

Ao longo dos anos, a área de serviços profissionais da BDA Solutions desenvolveu uma metodologia de desenvolvimento de projetos de análise de dados, sustentada por um framework apresentado na figura abaixo, e gerenciado pelo modelo de gestão de projetos ágeis.

Os processos, as metodologias, as ferramentas, e principalmente, o time disciplinar da BDA Solutions, garantem uma entrega no tempo e escopo planejado.

 

2.    Tenha mais segurança econômica

Primeiro, contratando um profissional em Power BI você consegue economizar tempo e ter mais segurança em seu negócio. Os colaboradores da empresa acabam tendo pouco tempo para investir no Business Inteligence e não conseguem tirar o proveito necessário, nem segurança nas etapas realizadas.

Segundamente, você consegue um aumento de produtividade dos colaboradores da empresa, pois tirando deles o peso de mexer com o Business Inteligence e entender o processo completo, eles conseguem realizar suas tarefas com mais cautela e precisão.

3.    Reduza os custos de trabalho

Terceiro, a redução de custos que a otimização do trabalho pode trazer. A consultoria em BI fornece mais vantagens financeiras a empresa do que investir nisso autonomamente. A empresa levará menos tempo e fará resultados mais certeiros que uma equipe interna ainda em processo de aprendizagem.

Contratando com a BDA Solutions você consegue todas as vantagens citadas no texto, e conta com uma equipe de primeira para realizar a implementação correta do Business Inteligence na sua companhia, levando aos resultados previstos com mais segurança e mais economia.

Aprenda a fazer split cell no Power BI

O Power BI é um programa da Microsoft que lida com Business Intelligence que se destaca por estar integrada ao Microsoft Excel. Mas o que o Power BI faz? Essa ferramenta apresenta vários recursos que dão uma visão de todos os indicadores da empresa de uma maneira completa, e que apresenta gráficos, relatórios e um excelente painel de controle.

Por ser conectado ao Excel, o Power BI tem suporte de planilhas, exibe tabelas e análises e extrai dados do Excel por meio dos programas Power View, por exemplo.

Entenda como fazer split cell no Power BI

Para você realizar a split cell no Power BI, você vai precisar editar uma coluna na aba “Editor de Consultas” que fica dentro da página inicial. Quando clicar em “editor de consultas” você vai abrir uma janela em branco, que terá somente uma única coluna.

Antes de começar a dividir as colunas, deve-se fazer uma coluna duplicada. Para fazer isso, clique com o botão direito no nome da coluna, e selecione a opção “duplicar coluna”.

Saiba continuar o processo

Depois de duplicar a coluna, você clicará com o botão direito em dividir colunas e selecionar, então selecione a opção dividir linhas por delimitador.

Quando selecionar por delimitador, você abrirá uma janela com as opções onde você pode selecionar e inserir o delimitador, usar a coluna esquerda como delimitadora, a direita como delimitadora, ou a última que será para cada ocorrência uma delimitação. Você seleciona a delimitação da maneira que preferir.

Descubra o que fazer após o processo

Após realizar esse processo, você terá a coluna original separada de outra com as linhas recolocadas na segunda, ao invés da primeira e original coluna. Então você seleciona delimitar por ocorrência e terá a coluna completa com todas as divisões que você precisa.

Claro que na hora de usar o Power BI você pode selecionar qual maneira você prefere para dividir as colunas, esse é somente um exemplo. O ideal, é você contratar para sua empresa um profissional de BI que tomará conta das atividades, deixando todas perfeitas e com a melhor precisão.

A BDA Solutions promove as melhores atividades em BI, e oferece cursos para você aprender sobre Power BI e outros softwares para sua empresa.

Conheça os principais benefícios do Power BI

O Power BI é uma das mais completas soluções em Business Intelligence do mercado. Desenvolvido pela Microsoft, tem ganhado adeptos e isso se deve às suas características positivas. Para os negócios que ainda não o conhecem, trata-se de uma oportunidade de mudar os resultados e as decisões.

Ao explorar as vantagens de contratar o serviço, fica clara a importância de recorrer a essa opção. Também é um meio de ter maior segurança sobre a escolha, com a certeza de que o desempenho obtido é conveniente.

Na sequência, veja quais são os principais benefícios do Power BI e entenda o que ele traz para a empresa.

A integração é um ponto indispensável da ferramenta

Por ser desenvolvido por uma das maiores marcas de tecnologia do mundo, o software é conhecido pelo seu alto nível de integração. Para começar, oferece conexão total com o Office 365, o que garante que os principais softwares sejam usados na análise dos dados.

Além disso, o recurso pode se integrar a diversos outros softwares, como plataformas de gestão utilizadas pela empresa. Principalmente, esse é um modo de unir todas as informações em um só lugar e que ainda permite a visualização em tempo real.

Com tantas fontes unidas, há maior quantidade e maior qualidade da informação. Assim, as análises também se diferenciam.

A grande variedade de funções atende às necessidades

Outro entre os benefícios do Power BI é que a ferramenta é completa, com recursos que atendem a todas as necessidades. A sua empresa tem a chance de elaborar o próprio modelo, de modo a considerar dados, fontes e análises específicas.

Também permite pesquisar e compartilhar fontes de dados públicas, além de oferecer estudos diversos e com facilidade. Dessa forma, a ferramenta pode atender desde as solicitações básicas até os recursos mais complexos e decisivos para o sucesso do negócio.

A rapidez de análise aparece como um dos benefícios do Power BI

Como o Business Intelligence utiliza uma grande quantidade de informações, não é incomum encontrar dezenas ou centenas de milhões de linhas. De maneira tradicional, a análise levaria algumas horas — ou até mais que isso.

Por outro lado, um dos benefícios do Power BI é que ele pode processar todo esse conhecimento em pouco tempo, graças ao Power Pivot. Além de impactar (positivamente) a produtividade, é um meio de otimizar o dinamismo e de diminuir o tempo de resposta às mudanças.

A geração de relatórios e de visualizações é simplificada

Após todas as análises, é hora de concluir e usar esses novos conhecimentos para tomar decisões melhores. Com o Power BI, tudo acontece de maneira rápida e quase intuitiva, o que reforça a relevância da estratégia.

O software permite, por exemplo, gerar relatórios interativos em apenas alguns cliques. Além disso, oferece a criação de dashboards e a visualização de dados de forma descomplicada. Com a transformação das informações para uma configuração mais visual, será muito mais simples entender tudo e tomar as melhores decisões.

Os benefícios do Power BI vão desde a facilidade de implementação pela integração até os resultados. Com o uso correto, o negócio pode ganhar competitividade e mais efetividade na tomada de decisão.

Descubra a importância da área de BI para as empresas

BI, ou Inteligência de Negócios, é a denominação dada ao processo de coletar, organizar, analisar e divulgar conteúdos que ajudam o gestor a tomar decisões estratégicas e a realizar um bom planejamento.

O processo faz com que o elevado volume de dados analisados sobre determinado assunto transforme-se em inteligência acionável, que pode ser facilmente acessada quando se fizer necessária.

Neste artigo, mostraremos a importância da área de BI para as empresas. Aproveite para conferir!

A área de BI e a tomada de decisões

Por transformar dados em informações estratégicas, um sistema de Business Intelligence pode ajudar a embasar as tomadas de decisões de forma mais precisa. As decisões, antes da evolução digital, costumavam ser baseadas em dados nem sempre muito precisos ou ainda em uma análise menos profunda.

Os gestores, confiando em sua própria habilidade para gerenciar, tinham o hábito de decidir de forma intuitiva, considerando o cenário atual, algumas vezes, as opiniões de outros líderes corporativos. Embora isso ainda deva ser feito, é importante que as avaliações, conclusões e discussões sejam respaldadas em informações mais confiáveis.

Os pilares do Business Intelligence

A área de BI se apoia em três principais pilares. O primeiro é a coleta de dados: no primeiro momento, os dados são coletados e analisados; são definidas características como oportunidades, produtividade e reputação, entre outras coisas.

Depois, vem a organização e a análise. Ou seja, os dados e as informações coletados e submetidos à análise ficam organizados em bancos de dados; a visualização do gestor se torna mais fácil, pois há ferramentas e plataformas que apresentam as informações visualmente.

O terceiro pilar é a ação e o monitoramento: o gestor pode tomar decisões fundamentadas em informações analisadas e pode fazer o monitoramento de todos os resultados.

As estratégias de BI dentro da empresa

Existem três pontos básicos para que sejam desenvolvidas estratégias dentro do espaço corporativo. Veja a seguir!

Os dados confiáveis e de qualidade

Para obter sucesso, é preciso ficar atento à qualidade das informações aplicadas na área de BI. Elas devem ser de fácil acesso e interpretação. O ponto principal para considerar é o lugar em que serão salvas as informações. Deve ser um lugar seguro, com infraestrutura de boa qualidade, apta a entregar o registro com rapidez e integridade. Para otimizar a segurança, é importante criar regras para acesso.

A visão clara dos objetivos

Os profissionais responsáveis pela estratégia de BI na empresa precisam de uma avaliação clara dos objetivos para efetivar uma boa análise. Devem conhecer os pontos fortes e fracos, as necessidades do negócio, as metas da organização.

Dessa forma, será possível recolher dados na internet, fazer a análise de e-mails, dos bancos de dados, do CRM, do ERP e da automação de marketing, entre outras fontes. Algumas delas são de acesso livre, como sindicatos, ONGs e órgãos do governo.

A mudança conforme os objetivos do negócio

Pode-se aplicar adequadamente o BI no planejamento, conferindo à organização o potencial competitivo necessário para a gestão dos negócios em longo prazo.  É muito importante identificar a origem dos problemas para procurar soluções que aprimorem a rotina de trabalho da organização. A análise minuciosa das atividades e das informações internas possibilita que as tomadas de decisões sejam mais efetivas.

As vantagens da área de BI para a empresa

Para ficar um passo adiante da concorrência, é fundamental ter o conhecimento antes deles. E, para acessar o conhecimento de forma antecipada, é preciso fazer o monitoramento do conteúdo e de notícias continuamente.

Depois, é necessário condensar e analisar esse conteúdo para que ele seja efetivamente útil à empresa atendendo os objetivos da mesma.

A área de BI também ajuda a identificar problemas em tempo hábil, a identificar oportunidades de negócios e fornece mais fundamentação teórica para discussões de negócios, além de oferecer maiores conhecimentos sobre o mercado competitivo.

Com o uso adequado do Business Intelligence, você também pode conhecer melhor o comportamento dos clientes. Explorar sabiamente a área de BI promove a integração entre setores e sistemas e gera um fluxo de informações confiáveis a partir de dados consolidados, melhorando o processo de tomada de decisões.

Se pretende continuar se atualizando comodamente, com conteúdo diversificado sobre gestão de negócios e soluções digitais, assine a newsletter!

Power BI: 4 dicas para iniciantes

Power BI

O Power BI é desenvolvido pela Microsoft e é uma poderosa ferramenta de análise de dados. Graças aos seus diversos recursos, é possível aumentar a inteligência de negócio, tomar decisões adequadas e até prever cenários.

No entanto, há muitos passos dedicados a usuários avançados. Para quem começa agora, algumas instruções ajudam a aproveitar ao máximo a ferramenta.

Na sequência, veja 4 truques essenciais para os iniciantes em Power BI e tire o melhor dessa solução!

1. Comece pela obtenção de dados

Para poder usar todos os recursos, o primeiro passo consiste em se conectar às fontes de dados, de modo a importá-los para o programa. O processo pode ser feito logo na página inicial do Power BI e permite a conexão com diversas fontes e formatos. O melhor é que você ainda terá a chance de coletar dados de sites já publicados e outras fontes online. Com isso, você pode centralizar tudo e fazer um estudo completo.

O ideal é selecionar as informações semelhantes e que possam gerar análises completas, como em relação ao People Analytics, por exemplo. Desse modo, você terá tudo o que é necessário para trabalhar.

2. Formate as informações no editor de consultas

No Power BI, mesmo os iniciantes conseguem definir como os dados devem ser estudados e quais conclusões devem oferecer. O processo é feito no Editor de Consultas, na parte de formatação.

Assim que as informações forem carregadas, parta para estabelecer como elas devem ser apresentadas ou analisadas. É possível renomear elementos, corrigir falhas de reconhecimento e assim por diante. Esse trabalho é muito importante para que, depois, tudo seja identificado corretamente.

3. Visualize os dados com o Power View

Para ter uma visualização simplificada e de sucesso, é interessante utilizar o recurso Power View. Ele é relativamente descomplicado, mas não deixa de ser interativo. A dica é ter uma base de dados para analisar e usar os gráficos e as tabelas.

A visualização pode ser transformada de acordo com as suas preferências, o que favorece o uso em apresentações, por exemplo. Depois de entender esse recurso básico, você poderá recorrer ao Power Map, que cria um mapa 3D que pode ser “navegado”, conforme as suas preferências.

4. Realize um curso sobre Power BI

Para começar com o pé direito quanto ao uso dessa ferramenta, é muito indicado fazer um curso voltado para o assunto. É a oportunidade perfeita para conhecer os fundamentos sobre o software e compreender tudo o que é necessário para colocá-lo em prática. Além disso, é um jeito de entender, de maneira lógica, todos os níveis de soluções que podem ser desenvolvidas com a ferramenta.

O ideal é buscar um curso prático, com abordagem direta ao ponto. Um que seja oferecido por uma empresa especialista no ramo permite se capacitar para o relevante, o que aumenta o retorno sobre o investimento. Então, não deixe de considerar essa alternativa para tirar o máximo do recurso.

O Power BI é uma excelente ferramenta para analisar os dados e conhecer melhor a situação do negócio. Com essas dicas, mesmo os iniciantes podem aproveitar seus recursos e explorar todas as suas possibilidades.

Se essas informações tiverem sido úteis, compartilhe o post nas suas redes sociais e mostre para seus contatos quais são as melhores práticas.

Chamar no WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos ajudar?
  • Converse com nossos consultores!

    Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





    • Converse com nossos consultores!

      Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





      • Converse com nossos consultores!

        Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





        • Converse com nossos consultores!

          Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





          • Converse com nossos consultores!

            Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





            • Converse com nossos consultores!

              Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





              • Participe do nosso treinamento!

                Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!




                • Participe do nosso treinamento!

                  Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!




                  • Participe do nosso treinamento!

                    Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!




                    • Participe do nosso treinamento!

                      Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!




                      • Participe do nosso treinamento!

                        Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!




                        • Converse com nossos consultores!

                          Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                          • Converse com nossos consultores!

                            Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                            • Converse com nossos consultores!

                              Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                              • Converse com nossos consultores!

                                Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                • Converse com nossos consultores!

                                  Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                  • Converse com nossos consultores!

                                    Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                    • Converse com nossos consultores!

                                      Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                      • Converse com nossos consultores!

                                        Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                        • Converse com nossos consultores!

                                          Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                          • Converse com nossos consultores!

                                            Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                            • Converse com nossos consultores!

                                              Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                              • Converse com nossos consultores!

                                                Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                                • Converse com nossos consultores!

                                                  Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!





                                                  • Participe do nosso treinamento!

                                                    Preencha o formulário abaixo que nós entraremos em contato com você!