All for Joomla All for Webmasters

Como gerar outputs efetivos para sua rotina de trabalho?

A geração de outputs efetivos é uma proposta de alta relevância para os setores de qualquer empresa. Os outputs efetivos podem ser serviços ou produtos que realmente atendam às expectativas do cliente assim como às necessidades da empresa. Trata-se de transformar adequadamente as entradas (inputs) em saídas (outputs) oportunas.

Esse processo de transformação deve acontecer no dia a dia, na rotina de trabalho. Em TI, as entradas podem ser softwares, toda a tecnologia aplicada para otimizar o trabalho do setor e melhorar os resultados de toda a empresa. Também pode se referir às ideias e técnicas que procuram aprimorar o trabalho corporativo.

Ficou interessado? Quer saber mais? Veja a seguir como gerar outputs efetivos em sua rotina de trabalho!

Defina um horário para começar e para encerrar o trabalho

A boa organização requer horários definidos para começar e encerrar o expediente. É ilusão acreditar que trabalhar demais, além dos seus próprios limites, gera resultados vantajosos. O excesso de trabalho promoverá desgaste, afetará a produtividade e resultará em outputs insatisfatórios.

Apesar de toda a flexibilidade na rotina de trabalho moderna, é fundamental determinar uma janela de tempo para se dedicar às atividades. Se a rotina costuma ser cansativa, uma rotina desorganizada será ainda mais desgastante e infrutífera.

Uma coisa é certa: é preciso limites para tudo. E é fundamental respeitar esses limites, sem ficar muito aquém ou muito além daquelas marcas.

Priorize as atividades principais para não se distrair

Essa tarefa pode ser realizada no final do dia, como uma preparação para o dia seguinte. Por outro lado, pode ser a primeira tarefa do dia, para ter um planejamento que assegure a visibilidade de todas as ações que serão tomadas ao longo desse dia.

A programação das tarefas evita as distrações, pois há um compromisso em foco a ser cumprido. Essa estratégia deixa o dia bem mais produtivo, permitindo gerar outputs conforme o planejado, sem atrasos e sem a incidência de retrabalhos. A priorização de tarefas ajuda a compreender se é possível receber outras demandas além das que já foram programadas.

Faça pausas programadas na rotina de trabalho

Da mesma forma que trabalhar demais pode ser prejudicial aos resultados, trabalhar de menos pode ser ainda pior. Para evitar que a rotina se torne mais cansativa que o necessário, convém fazer pausas programadas durante o expediente.

Mas é válido tomar cuidado para que as pausas não ultrapassem o tempo indicado. Quando se fica por muito tempo parado, isso pode desestimular os profissionais a retomarem suas atividades.

É importante decidir se serão poucas pausas longas ou muitas pausas curtas, como acontece com o método Pomodoro. Nesse sistema, a pessoa trabalha 25 minutos seguidos e para por 5 minutos, repetindo esse ciclo durante toda a jornada.

Para gerar outputs efetivos, não se distraia

Descansar e relaxar não são a mesma coisa que ficar distraído. A distração tira o profissional de seu foco, o descanso não. A própria tecnologia pode ser um motivo para distrações ainda que no setor de TI (e em qualquer setor da empresa), ela deva ser aplicada como ferramenta de trabalho.

Os smartphones, os smartwatches e as redes sociais são exemplos de coisas que podem distrair o profissional na rotina de trabalho. Contínuas mensagens no celular e vibrações no pulso tendem a tirar a atenção de quem está trabalhando. Portanto, o ideal é deixar o celular no silencioso durante a execução das atividades e consultar o horário no computador, dispensando o smartwatch durante algumas horas.

Seguindo essas recomendações, a rotina de trabalho será mais produtiva, permitindo gerar outputs efetivos a partir de todos os inputs disponíveis. É um desafio para todos os colaboradores e, principalmente, para os gestores, mas é possível aplicar ações que resultam eficazes e tornam seu trabalho mais produtivo.

Gostou do artigo? Então curta nossa página no Facebook para receber as atualizações do blog!

Leave a comment