Qual a diferença entre o Cientista de Dados, o Engenheiro de Dados e o Estatístico?
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Essas três profissões vêm tomando conta do mercado de trabalho quando o assunto é tecnologia. Mas você sabe qual a diferença entre elas? Cada dia mais procurados, os cientistas de dados, engenheiros de dados e estatísticos têm funções que podem se confundir, mas são essenciais em suas atividades e se complementam.

Atualmente, praticamente todas as empresas deveriam ter algum desses profissionais, para que atinjam seus objetivos e metas com maior facilidade, melhorando, assim, os ganhos e acertos. Isso se dá porque os três profissionais podem gerar tendências e apontar os caminhos pelos quais esse mercado deve seguir.

Mas como identificar qual dos três mais se enquadra às necessidades da sua empresa? À primeira vista, pode parecer que esses profissionais exercem as mesmas funções, porém, neste artigo, te ajudaremos a entender melhor qual a função de cada um deles e qual melhor atende as necessidades da sua empresa.

Cientista de dados

Os cientistas de dados são profissionais que estão no mercado há pouco menos de dez anos, resultado do avanço da globalização e da tecnologia. Eles compreendem o processo de analisar grandes quantidades de dados para revelar padrões ocultos, correlações e insights. Têm como principal foco a busca por identificar e resolver problemas e, para isso, utilizam de recursos como Big Data para revolucionar as empresas.

O cientista de dados usa da matemática, ciência da computação e da observação de tendências para oferecer os melhores insights que podem auxiliar as empresas nas tomadas de decisões. É como se ele pudesse ver o que outros profissionais não podem.

O cientista de dados atua como um “guru”, mas nada de enganação: ele é um observador atento. É esse poder de observar e comunicar resultados que o diferencia dos outros profissionais. Por isso, são profissionais requisitados e bem pagos no mercado.                         

Engenheiro de dados

O papel do engenheiro de dados pode ser facilmente confundido com o do cientista de dados, mas existem diferenças entre esses dois profissionais que os tornam únicos. É como se o engenheiro de dados arquitetasse os dados e o cientista de dados os filtrasse conforme suas necessidades, como se fizesse uma limpeza.

São os engenheiros que preenchem os reservatórios Big Data com os dados, por meio de seus conhecimentos na área de armazenamento e processamento. São profissionais que buscam melhorar a qualidade dos dados oferecidos para análises, trabalhando para que esse fluxo não pare e que as informações sejam confiáveis.

Estatístico

O estatístico é o profissional que analisa os dados. Por meio da organização, ele coleta informações e interpreta e analisa o que elas nos dizem, transformando números em tendências.

O trabalho do estatístico é usado em diversas áreas do conhecimento. Ao usar a matemática com a interpretação, o profissional é capaz de aplicar os dados coletados na vida real.

Ao contrário do engenheiro de dados e do cientista de dados, o estatístico tem um leque maior de áreas de atuação, como, por exemplo, sendo essencial também dentro dos governos e na área da saúde. A partir de suas análises e gráficos, ele orienta as tomadas de decisão dentro da empresa em que trabalha.

Agora que você já sabe a diferença entre cientista de dados, engenheiro de dados e estatísticos leia também: O que é Big Data? Como funciona? e fique atualizado com os artigos da BDA Solutions!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *